Arquivos de Tag: sour cream

Gazpacho Blanco

English version

Gazpacho Blanco

Sopa fria. Tem muita gente que protesta, mas eu acho que é porque nunca provaram: sopa fria é o que há no verão! Essa é minha sopa fria favorita. Embora eu ache esquisitíssimo chamar de gazpacho algo que não leva tomate, se o Chef John diz que esse é o nome, eu não vou contestar. 😀

É a receita mais fácil do mundo? Não, nem de perto. Mas vale a pena. Sabe, há sete anos eu não sabia nem fazer arroz. Hoje eu sei fazer uma sopa fria com um sabor sofisticado, daquelas receitas bacanas para impressionar. Não tem como não dar um sorrisinho de satisfação… 🙂

Para 4 porções, você vai precisar de:

2 colheres (sopa) de azeite de oliva
1 xícara de alho-poró lavado e picado – pique, depois meça. Use só a parte branca, senão sua sopa vai ficar verde! Guarde a parte verde para fazer caldo de legumes.
2 pepinos grandes, descascados
10 uvas verdes sem sementes – tirei as sementes da uva verde normal, nunca vi uva sem semente aqui no Uruguai!
¼ xícaras de amêndoas picadas – você pode comprar as amêndoas já fatiadas, mas eu usei a amêndoa inteira porque era o que tinha em casa
1/3 xícara de sour cream* (creme azedo) ou de iogurte natural sem açúcar
1 xícara bem cheia de miolo de pão
2 colheres (sopa) de suco de limão
Sal, pimenta-do-reino e pimenta-caiena a gosto
1 ½ xícaras de água gelada – talvez você precise de mais
Endro (opcional) – só umas folhinhas!

*Aqui é fácil de comprar, mas eu tenho preferido fazer em casa, acho mais gostoso: para essa receita, misture 80 mL de creme de leite fresco com 1 colher (chá) de suco de limão. Mexa bem até engrossar e reserve por pelo menos 1 hora.

Gazpacho Blanco

Comece descascando as amêndoas: deixe de molho em água fervente por 1 minuto. Escorra e deixe de molho em água fria por 1 minuto. Escorra novamente e espalhe sobre um pano de prato limpo e seco. Usando o pano, esfregue as amêndoas: a pelinha sai rapidinho! Pique, meça e reserve.

Em uma frigideira, aqueça 1 colher de azeite e cozinhe o alho-poró em fogo médio por uns 10-15 minutos, até que ele amoleça. Deixe esfriar completamente. Descasque os pepinos e corte em pedaços médios. Reserve.

Quando o alho-poró estiver frio, é hora de bater. No liquidificador, coloque o pepino, o alho-poró, as uvas, as amêndoas, o iogurte/sour cream, o pão, o suco de limão, mais ou menos uma colher (chá) de sal, a água e o endro. Bata bem e, se tiver dificuldade, acrescente mais água. Não coloque MUITA água, a gente quer que a sopa fique mais grossinha.

Quando estiver bem homogênea, é hora da parte mais chatinha: peneirar! A ideia é tirar qualquer casquinha/sementinha, então força!

Como o segredo é servir essa sopa BEEEEM gelada, encha uma forma de gelo com a sopa peneirada e leve ao freezer. Cubra o resto da sopa e leve à geladeira por umas três horas.

Quando a sopa estiver bem fria, prove o tempero: eu coloquei mais pimenta-do-reino e pimenta-caiena. Para servir, coloque uns dois cubinhos de sopa congelada na tigela, complete com a sopa. Pingue umas gotinhas de azeite, coloque algumas uvas cortadas ao meio, algumas amêndoas e sirva!

Anúncios

Borscht

English version

Borscht

Mês passado, minha tia me contou de uma sopa de beterraba que minha avó tinha feito uma vez, lá em 1900 e bolinha, mas tinha perdido a receita. Claro que fui conversar com a minha avó, mas ela só lembrava que a receita era russa, ou algo assim. Só podia ser borscht! Encontrei várias receitas, com várias formas de preparo distintas, e acabei decidindo juntar a receita da Ana com a do Chef John e fazer a minha! 🙂

Quem me conhece sabe que eu tenho opiniões fortíssimas sobre o vinagre (a saber: não é comida, é produto de limpeza!). Essa receita me fez mudar de opinião, ao menos temporariamente! Provei a sopa sem vinagre e provei com vinagre. Ficou muito melhor com! 😮

Falando em sopa, minha ex-professora Alessandra Siedschlag (sim, se você reconheceu o nome é ela mesma e agora eu sei que você assistia BBB) está fazendo um projeto super bacana: ela está fazendo e distribuindo sopa para os moradores de rua em São Paulo. E, claro, ela aceita ajuda! Seja em dinheiro, seja em doações de ingredientes/agasalhos/tempo para ajudar a descascar verduras… Se puderem, participem!

Voltando ao borscht, você vai precisar de:

3 xícaras de beterraba, cortadas em tirinhas/cubinhos
2 cenouras médias, cortada em cubinhos
1 cebola grande, cortada em cubinhos
2 talos de salsão/aipo, cortados em cubinhos
½ repolho branco, fatiado em tirinhas – usei ½ repolho porque o meu era um repolhão. Se o seu for do pequenininho, use todo!
2 litros de caldo de carne ou caldo de legumes, se preferir uma receita vegetariana
2 colheres (sopa) de vinagre
1 folha de louro
sal, pimenta e páprica

Borscht

Opcional, mas altamente recomendável:
Creme azedo (sour cream)*
Endro picadinho – no dia da foto, usei salsinha, mas depois provei com endro e fica maravilhoso

*Aqui é fácil de comprar, então usei o industrializado, mas você pode fazer o seu em casa: misture 240 mL de creme de leite fresco com 3 colheres (chá) de suco de limão. Mexa bem até engrossar e reserve por pelo menos 1 hora.

Essa receita é muito fácil: comece picando a beterraba, a cenoura, a cebola, o aipo e o repolho. Eu cortei a beterraba em tirinhas só porque achei que ia ficar bonito – não tem nenhuma explicação especial! 😀

Na panela que for fazer a sopa, coloque a cebola, o salsão/aipo e a cenoura com um pouco de manteiga (se for fazer para algum amigo vegano, use azeite!). Tempere com sal, pimenta e páprica e refogue por uns 5 minutinhos. Quando a cebola estiver transparente, acrescente o caldo, a beterraba e o repolho.

Tampe a panela. Cozinhe em fogo médio até levantar fervura. Abaixe o fogo e deixe cozinhar por uns 50 minutos, mais ou menos, até que a beterraba esteja macia. Prove o tempero, crie coragem e acrescente o vinagre. PRONTO, É ISSO.

Sirva com uma colherada generosa de creme azedo (menos para o seu amigo vegano) e um pouquinho de endro picado!

Tacos de Peixe

English version

Tacos de Peixe

O Sky adora comida mexicana. Eu gosto, bastante até, mas ele adora. E ele sempre falava “temos que fazer tacos de peixe”. E eu sempre achava meio estranho – taco não é com carne moída?

Essa é uma receita muito fácil. Na verdade, é tão simples que eu quase pensei em desistir de postar – mas é uma combinação tão gostosa e uma solução tão bacana para um almoço/jantar de fim de semana, que achei que seria uma boa adição às Tertúlias de Mar!

Para duas pessoas comerem bem, você vai precisar de:

Para o peixe:

400 g de filés de peixe, sem espinhas – usamos corvina branca, mas você pode usar o peixe que preferir.

Sal, limão, pimenta-do-reino e páprica para temperar o peixe

Para montar:

Tortillas de trigo – compre na seção de comidas mexicanas uma tortilla mais gostosa. Mas, em um momento de desespero, pode ser a tal da Rap10 mesmo, não vou julgar (muito)

Sour cream*

Salsa mexicana – opcional, mas muito gostoso! Se não encontrar, pode substituir por tomate, cebola e pimentão cortados bem picadinhos – não é a mesma coisa, mas vai dar certo

Tomates cereja cortados ao meio

Cebolas em meia-lua

Rodelas de abacaxi, cortadas em pedaços pequenos

Coentro!

*No Uruguai eu encontro sour cream pronto, mas fazer o seu em casa é rápido e vale a pena: misture 1 xícara de creme de leite fresco com 3 colheres (chá) de suco de limão, mexa bem até engrossar. Cubra com filme plástico e deixe na bancada, em temperatura ambiente, por mais ou menos 1 hora. Depois disso, pode levar para a geladeira.
 
Tacos de Peixe

Como eu disse, a receita é muito fácil! O primeiro passo é preparar o sour cream. Quando ele estiver pronto, tempere os filés de peixe com sal, limão, pimenta-do-reino e páprica. Deixe pegar gosto por uns 15-20 minutos e então doure-os em uma frigideira bem quente com algumas colheres de óleo – não é para fritar por imersão, tá? Quando o peixe estiver frito, corte em pedaços médios e reserve.

Enquanto os peixes fritam, aqueça as tortillas em outra frigideira. Basta colocar em uma frigideira bem quente, sem óleo, e dar uma esquentadinha dos dois lados (o processo demora uns 40 segundos de cada lado).

Agora só falta montar os tacos. Pegue uma tortilla, coloque alguns pedaços de peixe, um pouco de sour cream, salsa mexicana, cebola, tomatinhos cereja, abacaxi e coentro. Dobre a tortilla recheada no meio e sirva! 🙂