Arquivos de Tag: nozes

Fudge de Chocolate e Nozes

English Version

Para abrirmos a série de receitas de Natal, também conhecida como presentes de comer, resolvi fazer uma receita que sempre morri de curiosidade. Quando era criança, alguns livros que lia falavam que não sei quem tinha feito fudge para o Natal e, claro, Honeydukes vendia Fudge Flies! (fim do momento #Potterhead)

Li inúmeras receitas de fudge: umas mais complicadas, que exigiam termômetro e muita paciência, e umas mais simples. Lógico que escolhi a mais simples, a da Patricia Scarpin! Escrevendo este post, descobri que adaptei involuntariamente a receita – li errado na hora de fazer e coloquei só meia xícara de leite condensado em vez de meia lata! 😀

Essa receita é ÓTIMA para dar de presente, porque é diferente, aguenta bem fora da geladeira, é uma delícia e…. é muito fácil de fazer! Bem menos estressante do que tentar entrar em um shopping a essa altura do campeonato!

Para fazer a receita que eu fiz, você vai precisar de:

1/2 xícara de leite condensado

330 g de chocolate meio amargo, picado – como a receita é praticamente só chocolate, escolha um chocolate bom! Aqui encontrei um chocolate belga maravilhoso, 64% cacau, que já vem nessas pastilhas – e sai mais barato do que comprar em barra!

1 colher (sopa) de água

1 colher (chá) de extrato de baunilha – usei mais porque meu extrato caseiro ainda está novo, não está muito forte.

Nozes picadas a gosto – totalmente opcional. Você pode substituir por avelãs, amêndoas, confeitos… ou não usar.

Fudge de Chocolate

Comece forrando uma assadeira de 20 x 20 cm com papel alumínio/papel manteiga, só para facilitar na hora de tirar. Eu costumo deixar umas “alças”, fica ainda mais fácil!

Pique o chocolate em pedaços pequenos – se estiver usando chocolate em pastilhas, nem precisa picar. Em uma panela de fundo grosso, coloque o chocolate, o leite condensado e a água. Cozinhe em fogo baixo, misturando sem parar, até que o chocolate derreta completamente.

Quando o chocolate estiver derretido, você vai notar que o fudge está em uma consistência diferente, mais durinha do que um brigadeiro. É isso mesmo. Misture a baunilha, transfira para a forma e alise a massa.

Despeje as nozes sobre o fudge, pressionando levemente para que “grude” – fiz uma vez sem pressionar e as nozes caíram quando o fudge esfriou #fail. Cubra com plástico-filme e leve à geladeira por umas duas horas, até firmar bem.

Retire da forma com o auxílio das alças e corte em quadradinhos pequenos! Ele dura até uma semana na geladeira, em tese. Aqui, durou mais ou menos umas três horas… 😀

Panetone Gourmetizado, Porém Gostoso

1

Talvez você tenha recebido uns panetones sem graça no amigo oculto da firma e não saiba o que fazer com eles. Ou talvez você tenha sido convocado a levar uma sobremesa para a ceia de Natal, mas tem horror a pavê e rabanada. Ou ainda uma combinação dos dois. Uma hipótese menos provável é que você, como eu, ame panetone, ame ganache e tenha uma mente obesa. Todas estas são ótimas razões para testar esta receita!

Como não estava num espírito completamente chutador de balde, fiz UM minipanetone recheado. Autocontrole aqui é mato! (#sqn). Se você quiser fazer esta receita com um panetone de 500 g, multiplique todas as quantidades por cinco.

Para um MINIPANETONE, você vai precisar de:

50 g de chocolate em barra – eu usei chocolate 70%, mas você pode usar o que preferir
50 g de creme de leite fresco ou de caixinha (dizem que com o de lata não funciona – aqui não tem creme de leite em lata, só o fresco mesmo, então não sei)
20 g (ou “um punhadinho”) de nozes picadas
Frutas vermelhas para decorar.

Comece fazendo a ganache – que, pelo nome, parece um treco mega difícil e na verdade é a coisa mais fácil do planeta. Em uma tigela, coloque o chocolate picado e reserve. Esquente o creme de leite em uma panela até começar a fazer borbulhinhas nos lados. Despeje o creme de leite sobre o chocolate picado, espere alguns segundos e misture bem até derreter tudo. PRONTO. É isso a ganache. Acrescente as nozes picadas e reserve. Ela vai engrossar enquanto esfria, então não se apoquente.

Enquanto a ganache esfria, corte uma tampa do panetone e “cave” por dentro – veja a foto, vai ser bem mais fácil.

5

Discretamente, coma o miolinho que você retirou enquanto espera a ganache esfriar. Recheie o panetone e passe um pouco de ganache na tampa, para “colar” na base.

Cubra o panetone com o resto da ganache, decore com frutas vermelhas e leve à geladeira até o recheio firmar bem. Tente não devorar tudo de uma só vez, é feio.

Brownie

Brownies

Calorias: nenhuma, visto que a receita é batida à mão.

Receita (seguida quase à risca) da Technicolor Kitchen

5 colheres (sopa) – 70g – de manteiga sem sal
1 barra (180 g) de chocolate amargo (usei o 72%)
¾ xícara (150 g) de açúcar
2 ovos grandes
1 colher (chá) de extrato de baunilha
1 pitada generosinha de sal
1/3 xícara (47 g) de farinha de trigo
1 xícara (115 g) de nozes picadas

Eu tenho balança e sempre peso tudo, mas deixei as medidas em xícaras para facilitar. USE XÍCARAS E COLHERES DE MEDIDA!!! Sempre! E nem me venha com preguiças, essa receita é muito fácil!

Forrei uma assadeira de 20×20 cm com papel alumínio, untei com manteiga e coloquei dentro de outra assadeira. Fiz isso porque a receita mandava! Acho que é para assar mais devagar embaixo, permitindo assim que o brownie seque em cima, formando a casquinha amor eterno.

Em uma panela bem maior do que você precisaria, derreti o chocolate e a manteiga em banho-maria, mexendo de vez em quando. Enquanto o chocolate derretia, coloquei as nozes no processador e usei a tecla pulsar algumas vezes para picar. Achei o resultado melhor do que cortar com a faca, mas avalie se você acha necessário sujar seu processador só pra isso. Retirei do fogo. Adicionei o açúcar e mexi com um fuê (quem não tem fuê usa garfo mesmo, tudo é festa). Juntei os ovos e a baunilha e misturei bem. Adicionei a farinha e o sal, mexi bem até incorporar e acrescentei as nozes. Despejei a mistura na assadeira, tentando dar uma alisadinha pra ficar mais bonitinho e assei por mais ou menos 30 minutos.

Usei o papel alumínio como uma “alça” pra retirar a massa de dentro da forma. Botei na minha gradinha amiga e deixei esfriar um pouco, mas não foi possível esperar muito porque o cheiro do brownie me hipnotizou. Daí foi só cortar em quadradinhos e me controlar profundamente para não comer tudo antes da Anna chegar! 😀