Arquivos de Tag: mirtilo

Muffins de Mirtilo

English version

Muffins de Mirtilo

Para continuar a série de muffins, resolvi repetir uma receita maravilhosa, mas que nunca tinha tirado foto: os muffins de mirtilo da Technicolor Kitchen!

Como já tinha feito uma receita de muffins com cobertura de donut, resolvi omitir dessa vez. Não senti a menor falta! 🙂 Se você é como meu pai, que não é muito chegado em mirtilos crus, saiba que eles são muito mais gostosos assados!

Para 12 muffins, você vai precisar de

255 g de farinha de trigo

100 g de açúcar

2 colheres (chá) de fermento em pó

1/2 colher (chá) de bicarbonato de sódio

1/2 colher (chá) de sal

3/4 xícara de buttermilk – para fazer em casa, coloque uma colher  (sopa) suco de limão ou vinagre na xícara medidora, preencha até a marca de 3/4 com leite integral e deixe talhar uns 10-15 minutos.

90 g de manteiga, derretida

2 ovos

raspas de um limão siciliano – não omita as raspas, elas fazem toda a diferença!!!

1 colher (chá) de baunilha

1 1/2 xícara de mirtilos – usei congelado, direto do freezer pra massa.

Muffins de Mirtilo

Comece preparando o buttermilk e derretendo a manteiga – se você for mais esperto, já derreta a manteiga em uma panela grande o suficiente para misturar a massa também!

Misture os ingredientes secos em uma tigela, usando um fuê para garantir que tudo fique bem misturadinho e sem pelotinhas.

Quando a manteiga derretida esfriar um pouquinho, misture os ovos, a baunilha e o buttermilk. Despeje a mistura de secos e misture LEVEMENTE com uma espátula de silicone – massa de muffin não deve ser batida, pra não ficar dura – não viu mais pontinhos de farinha, parou de mexer!

Misture os mirtilos rapidinho na massa e despeje nas forminhas – encha só até 3/4 da capacidade, para que os muffins não transbordem no forno!

Asse por uns 25 minutos – ou até dourar/palito sair limpo, sabe como é. Deixe esfriar em uma gradinha – se você tentar comer quente, a massa fica toda grudada na forminha de papel, é um estresse #truestory #aprendinaprática

Para congelar, é só colocar no saquinho ziploc! 🙂 Dizem que dura três meses no freezer, mas só se você esquecer que eles estão lá mesmo, senão vai querer comer BEM ANTES disso! 😀

Anúncios

Scones de Mirtilos

Scones de Mirtilos

Para logo aí. O que é um scone? Não é biscoito, porque é bem gordinho. Não é um bolo também, porque é muito denso. Não é pão, porque não vai fermento biológico e é muito denso também. Scone é algo aí no meio, meio sem definição mas muito, muito bom! As receitas tradicionais pedem creme de leite e só farinha branca, o que deve deixa-los mais fofinhos, mas estes são *quase* saudáveis, já que só levam um nadinha de açúcar.

Vi esta receita no smittenkitchen, achei as fotos lindas, tinha mirtilos congelados no freezer e resolvi fazer. Ela diz que eles são melhores consumidos na hora, então assei metade e congelei a outra. Lógico que isso não durou quase nada, porque no dia seguinte já estava a louca aqui assando os scones congelados do dia anterior… E ficam perfeitos!

1 xícara de farinha de trigo
1 xícara de farinha integral
Raspas de um limão [não é opcional! Faz diferença!]
3 colheres (sopa) de açúcar mascavo
2 colheres (chá) de fermento em pó [o de bolo]
½ colher (chá) de sal
5 colheres (sopa) de manteiga gelada e cortada em cubinhos [Fiz da última vez só com três colheres e ficou ótimo]
1 xícara de mirtilos [ela usa os frescos. Eu acho que é mais fácil trabalhar com os congelados, já que eles não espocam tanto na hora de amassar. Só uso congelado]
2/3 xícara de leite integral

Além disso, você vai precisar de:
1 gema, para pincelar
Açúcar mascavo, para polvilhar
Papel manteiga ou silpat, para colocar embaixo e não ter que sofrer na hora de lavar a assadeira

Comece ligando o forno, já que a receita é rapidinha e o forno precisa estar quentinho… Em uma tigela, misture as farinhas, as raspas, o açúcar, o fermento e o sal. Acrescente a manteiga e, com a ponta dos dedos, esfarele-a até virar uma farofinha – é a mesma técnica da massa da empada.

Quando a massa virar uma farofinha úmida, acrescente os mirtilos e o leite. Com DELICADEZA, amasse com a mão até obter uma massa homogênea. Alguns mirtilos espocarão, mas você não precisa sofrer, vai dar tudo certo. Se eles estiverem congelados, a chance de espocar (sim, eu adoro este verbo) é menor.

Em uma tábua, abra a massa com as mãos, tentando formar um círculo de mais ou menos uns três centímetros de altura. A palavra-chave é “mais ou menos”, porque ninguém tá medindo as coisas com régua.

Corte o disco em oito pedaços. Coloque na assadeira forrada com papel manteiga ou silpat apenas os pedaços que for comer na hora, deixando um espaço entre cada fatia. Uma vez na assadeira, pincele os scones com a gema e polvilhe com o açúcar mascavo. Asse por 15-20 minutos.

Enquanto os scones assam, você pode congelar os pedaços que sobraram (se for o caso). Basta separar as fatias, coloca-las em um prato, cobrir com plástico filme e congelar por algumas horas. Quando elas estiverem bem firmes, transfira para um saquinho tipo ziploc e deixe-as no freezer por até três meses. Quando quiser um scone fresquinho, é só tirar uma fatia do freezer, pincelar com gema, polvilhar o açúcar e levar para o forno, congelada mesmo, e assar por 20-25 minutos.

Scones de Mirtilos

Os scones estarão prontos quando estiverem dourados e firmes na parte de cima, mas não muuuuuito firmes! Retire do forno e, usando a espátula e sua delicadeza, sirva imediatamente com uma xícara de café bem quentinha

Bolo de Coco e Mirtilos

Bolo de Coco e Mirtilo

Continuando a #quintadobolo e aproveitando que hoje é o aniversário do maridón, fiz um bolinho muito classe. Da série “fácil, mas que impressiona”.

Pra variar só um pouco, a receita foi adaptada da Technicolor Kitchen. Não tenho culpa se todas as receitas dela funcionam! Infelizmente, tive que fazer só metade, porque o meu restinho de mirtilos congelados no verão estava acabando. A culpa é da #Anna, que veio aqui e comeu panqueca de mirtilo! 😀

“Mas Ana, na minha cidade não tem mirtilo/custa um rim e um esôfago!” Não se inquiete. Dá pra omitir sem problemas. Talvez funcione com outras frutas (cerejas ao marraschino, por exemplo), mas nunca testei.

100g de farinha de trigo
1 colher (chá) de fermento em pó
1 pitada de sal
1/2 xícara (120 g) de manteiga sem sal, amolecida
1/2 xícara (100g) de açúcar cristal
2 ovos grandes
raspas da casca de 1 limão – usei o siciliano porque é o limão que tem aqui. Limão taiti é caro e vendido como “limón para caipirinia”
1 colher (chá) de baunilha
¼ xícara (25g) de coco ralado
70 g de mirtilos frescos ou congelados (sem descongelar)
açúcar de confeiteiro, para fazer uma firula

Prepare a forma, untando e enfarinhando. Bata a manteiga amolecida e o açúcar até obter o famoso creme claro e fofo. Junte os ovos, a baunilha e as raspinhas de limão. Nesse momento, é bom dar uma raspadinha nas laterais da tigela, pra garantir que tudo incorpore.

Pra variar (de novo), abandonei a batedeira e parti pro fuê, mas você não precisa fazer isso. Misture os ingredientes secos só até obter uma massa homogênea.

Agora não tem jeito: desligue a batedeira. Passe os mirtilos em uma colher de sopa de farinha de trigo – diz a lenda que esse procedimento evita que todas as frutinhas se concentrem no fundo. Incorpore DELICADAMENTE os mirtilos à massa.

Essa é outra massa mais pesadona, então coloque-a na forma e dê uma alisada bonitinha com a espátula. Asse em forno pré-aquecido.

Aí é o seguinte. Você pode desenformar, cortar, comer quente e ser feliz, ou você pode esperar o bolo esfriar e polvilhar com açúcar de confeiteiro, que é o jeito mais fácil de dar um ar elegante a um bolinho comum. Como é aniversário e tal, tive que ir pela segunda opção. Mas no verão que vem, esquece, vou comer direto na forma! #meiga #educadanaSocila