Arquivos de Tag: mandioca

Bolinho de Mandioca, Coco e Queijo

English Version

Bolo de Mandioca, Coco e Queijo

O Tertúlias andou paradinho no último mês, né? A razão é forte: me mudei! Entre procurar apartamento, assinar contrato, tentar arrumar tudo, desistir e pedir ajuda da mamãe e do papai para fazer a mudança e, claro, trabalhar, ficou difícil postar aqui. Mas agora que já estou estabelecida na casa nova, é hora de correr atrás e encarar a pasta “Receitas com foto – só falta escrever”! Para começar, uma receita que fiz lá em Brasília e que vale MUITO a pena! 🙂

Assim que ganhei o livro da Rita Lobo, corri para marcar as receitas que só davam para fazer no Brasil: a salada de feijão fradinho e bacalhau, um nhoque de banana-da-terra (que acabei não fazendo) e este bolinho sensacional.

Ralar a mandioca foi muuuuuito chato. Pior foi a mamãe me contar, quando eu já estava terminando de ralar, que dá pra comprar a mandioca já ralada!!! >.< Fora a ralação (tudum-tss), a receita foi extremamente fácil.

Na hora que saiu do forno, pensamos “ah, vamos dividir um, só pra provar, já comemos muito hoje”. Depois da primeira mordida, tive que esconder dois pra foto, porque todo mundo ATACOU! Ficou MUITO gostoso! 🙂

Você vai precisar de

1 ½ xícara de mandioca sem casca, ralada grossa – sim, compre a mandioca já ralada 😀

2 ovos

¾ xícara de açúcar

¼ xícara de óleo

1 xícara de queijo meia-cura ralado fino – ACHO que usei queijo estepe. Mas qualquer queijo que seja firme, mas não duro como parmesão, serve! 😀 E ralei grosso, porque já estava cansada de ralar mandioca 😛

1 xícara de coco ralado seco

manteiga e maisena para polvilhar e sair dizendo que você fez um bolinho gluten-free, ou seja, saudável, ou seja, você pode comer todos de uma vez só sem estresse.

Bolo de Mandioca, Coco e Queijo

Comece colocando a mandioca ralada em uma tigela e cobrindo com ½ xícara de água. Enquanto ela descansa, unte a forma de cupcake e “enfarinhe” com maisena – vai fazer uma zona, tá? Não se estresse.

Em uma tigela grande, bata com o batedor de arame os ovos, o açúcar e o óleo, até obter um creme liso.

Aperte a mandioca em uma peneira para escorrer bem a água. À mistura de ovos, acrescente o coco, a mandioca e o queijo ralado. (PAUSA para falar que tentei, mas não consegui escrever “mandioca” sem pensar nesse vídeo [não é putaria, pode clicar]).

Coloque a massa nas forminhas, sem ultrapassar a borda e sem apertar a massa nas forminhas. Leve ao forno preaquecido por 30 minutos, mais ou menos, ou até dourar – é tão estranho fazer um bolo que não dá pra fazer o teste do palito!

Deixe esfriar UM POUQUINHO antes de desenformar. Tente se controlar e não comer todos de uma vez só.

Anúncios

[Guest Post] Costela com Mandioca

[Guest Post] Costela com Mandioca

[Nota: Esta receita foi feita pela Tia Dona Mãe do Rafa
e escrita pelo Rafael e foi originalmente postada na página do Facebook.]

Aproveitando essa chuva aqui no sudeste, vamos para uma receita de se comer SUANDO. Minhas férias foram recheadas de delícias da culinária mineira e, dessa vez, vou compartilhar com vocês a costela com mandioca que minha mãe fez! Parece difícil, mas não é!

Tempo de preparo: 1h30min

Ingredientes:
• 1 kg de costela de vaca MAGRA (a costela, não a vaca)
• 500 grs de mandioca descascada
• 1 lata de tomates pelados
• Azeite
• Temperos: cebola, alho, pimenta do reino e pimenta biquinho

Modo de Preparo:
Numa panela de pressão, doure a cebola e o alho no azeite, acrescentando em seguida a costela picada (peça pro açougueiro picar, pelamor de deus, que dá menos trabalho), juntamente com sal e pimenta do reino a gosto. Eu frisei o uso de uma costela magra, pois essa carne já vem naturalmente com muita gordura. Então mesmo que você escolha a costela mais magra do açougue, ainda vai ter aquela gordurinha pra dar sabor.

Enfim, frite a carne até estar bem douradinha. Acrescente a lata de tomates pelados e água suficiente para cobrir os pedaços de carne. Cozinhe por 40 minutos na pressão. Retire a pressão, acrescente os pedaços de mandioca e mais água quente, se necessário. Cozinhe por mais 15-20 minutos. Finalize com cheiro verde e pimenta biquinho pra dar aquele visual e um sabor a mais. Pra acompanhar, apenas arroz branco já está ótimo!

[Guest Post] Escondidinho de Mandioca com Carne Seca

[Guest Post] Escondidinho de Mandioca

[Nota: Esta receita foi feita pela Tia Dona Mãe do Rafa
e escrita pelo Rafael e foi originalmente postada na página do Facebook.]

Aproveitando as férias na casa da minha mãe, aqui vai outra receita dela de babar. Comemos MUITO, mesmo nesse calorão. Então é porque vale a pena!

Aviso obrigatório: pela lei, preciso informar que foi minha mãe que fez a receita e detém o copyright.

Tempo de preparo: 1h30min

Ingredientes:
• Carne seca (500 g)
• Mandioca (1kg)
• 1 tomate picadinho
• Cebola, alho, cheiro verde, pimenta do reino e azeite a gosto.
• Queijo ralado (muito, de preferência)

Modo de Preparo:
Lembra aquela carne seca que ensinei a preparar aqui?

Pois é, depois de dessalgada, cozida e desfiada, refogue-a com tomate picadinho, pimenta do reino, cheiro verde, cebola, alho e azeite. Não acrescente sal. Reserve.
Cozinhe mandiocas DECENTES* (se quiser usar pressão, fique a vontade). Depois de cozidas, utilize a técnica de sua preferência para processá-las com um pouco de água, até obter um purê bem grosso. Aqui em casa acabou que botamos muita água e ficou mais na consistência de caldo. No entanto, devo dizer que não prejudicou em nada a receita e quase morremos de comer mesmo assim. Então vá lá, use mixer, processador, liquidificador ou o muque mesmo. Precisa de sal? Sim, um pouco, mas cuidado pra não exagerar porque a carne seca já é bem salgada. Reserve.

Pegue potinhos OU uma forma grande e faça a primeira camada de mandioca. Coloque a carne seca por cima e junte uma bolota de requeijão se quiser. Cubra com mais uma camada de mandioca. Despeje toneladas do queijo de sua preferência por cima.

Por favor, não use muçarela, pois fica muito rançoso. Recomendo o bom e velho parmesão SEM SER DAQUELE DE SAQUINHO, porfa, que isso é indigno.

Gratine. Sirva. Aqui decoramos com salsinha e pimenta biquinho que não arde e dá um mega sabor *-*

*nota: mandioca decente só aqui na feirinha de Passos-MG mesmo. Venham.

[Guest Post] Nhoque de Mandioca

[Guest Post] Nhoque

[Nota: Esta receita foi feita (e escrita) pelo Rafael e foi originalmente postada na página do Facebook]

Já vou logo dizendo que esse prato foi baseado numa receita do site da Ana Maria Braga. Me julguem! Lá está escrito “gnocchi”, mas me recuso.

Tempo de preparo: chame algum amigo (né, Sabrina?) e bote uma música, pq demora um pouco.

Ingredientes:
• 1 kg de mandioca cozida (com sal)
• 1 ovo
• 1 colher (café) de canela
• ½ colher (café) de noz moscada
• 1 colher (chá) açúcar
• 1 colher (sopa) de sal
• 100 grs de queijo parmesão ralado
• 100 grs de manteiga
• 1 xícara de farinha de trigo (125 grs)
• Queijo parmesão para polvilhar (a gosto)

A parte enjoada dessa receita é amassar a mandioca cozida. Você pode usar aqueles espremedores de batata aliados a uma força sobre-humana. Como eu não tenho nenhum dos dois, joguei as mandiocas no processador e boa. A mandioca processada vai formar uma bolota super grudenta e vai dar vontade de comer um pedacinho com sal, mas se segure (ou não). Reserve.

Numa tijela separada, bata bem o ovo e, em seguida, misture a noz moscada, a canela (sim, use!!!), o açúcar, o sal, a manteiga e os 100 grs de parmesão. Vai ficar mega esquisito. Você joga essa mistura por cima da mandioca e vai sovando. Quando estiver homogêneo, adicione a farinha de trigo e continue sovando até que a massa fique lisa. Se estiver muito grudento, jogue um pouco mais de farinha, mas cuidado, pois se jogar demais vai dar aquele gostão. Pronto, sua mão está amanteigada e a cozinha já está começando a se sujar, mas garanto que não haverá arrependimentos.

Sabe o(a) amigo(a) que você tinha chamado pra te ajudar? Agora é a hora. Jogue um pouco de farinha numa superfície lisa (de preferência de pedra, mas aqui foi na mesa de madeira mesmo). Pegue pedaços da massa e vá fazendo rolinhos do tamanho que você quiser que o nhoque fique. Recapitule como sua vó fazia. Reconheça o esforço dela em te agradar. Prossiga com o rolinho. Corte o rolinho no tamanho padrão de nhoque da ABNT. Vá jogando-os num pote qualquer e não se preocupe, eles desgrudam na hora de cozinhar. Acabou tudo? Agora pegue um panelão de água fervendo e comece a jogar os nhoques lá dentro. Aqui é bem rápido: logo eles sobem, o que significa que está na hora de retirá-los. Jogue os nhoques cozidos IMEDIATAMENTE em água fria, para parar o cozimento e evitar que eles fiquem moles. Acabando esse processo, finalmente a recompensa. Sabe aquele molho que ensinei no domingo e que você já fez e já congelou? Pois então, aqueça esse molho e jogue por cima do nhoque. Polvilhe com queijo. Devore. Repita. Culpe-se. Repita. Cochile. Culpe-se novamente. Ah! Já disse que é pra, realmente, usar canela? Fica super diferente e muito gostoso!