Arquivos de Tag: espinafre

Ramen

English version

Ramen

Sempre que vamos a Montevidéu, tentamos comer em restaurantes de culinárias diferentes, porque aqui em Punta não tem muita variedade. Na última viagem, encontramos no TripAdvisor um restaurante japonês que saia um pouco do esquema sushi-sashimi, então foi a escolha lógica para o almoço. Pedimos ramen, que veio em um pote gigante, mas não estava lá essas maravilhas. Desde aquele dia, fiquei cismada e resolvi que ia fazer em casa.

Claro que não existe UMA RECEITA de ramen. Como o minestrone italiano, ele parece ser mais um conceito do que uma receita, e você pode adaptar como quiser. Acho que a única coisa realmente importante, além do macarrão (claro), é usar um pouquinho de missô. De resto….

Aqui em casa fiz assim:

200 g de macarrão de yakisoba – sim, eu sei que você vai usar miojo. Tudo bem. Não vou me ofender muito. Esse que eu usei é praticamente um miojo mesmo.
2 ovos cozidos
150 g de carne de porco, feitas em tirinhas na frigideira − pode usar cogumelo, pode usar carne de vaca, pode usar um mix de tudo, pode inclusive usar um restinho de sei-lá-o-quê que esteja na geladeira precisando ser usado!
Sal e pimenta-do-reino
1,5 L de caldo de carne caseiro – você pode usar o de legumes!
2 colheres (sopa) generosas de missô – o que eu usei era artesanal e achei mais concentrado do que o normal. Acrescente aos poucos e vá provando!
Um pouco de gengibre ralado na hora
2 colheres (sopa) de mirin (saquê culinário) − Não está na foto, mas acrescentei na hora e achei que ficou bem bom
1 maço de espinafre
2 nabos, cortados bem fininhos

Ramen

Essa sopa tem um preparo bem diferente do método “joga tudo na panela e deixa ferver”.

Cozinhe os ovos e reserve. Eles só serão usados na hora de montar.

Tempere a carne com um pouco de sal e pimenta-do-reino (eu obviamente também usei páprica). Frite na frigideira com um pouquinho de óleo e reserve.

Em uma panela média, prepare o caldo: aqueça o caldo de carne (ou de legumes), tempere com sal, pimenta-do-reino, missô, gengibre ralado e mirin. Deixe aquecer e prove o tempero. Quando estiver quase fervendo, acrescente o espinafre picado e os nabos, só para dar uma aquecida. Mantenha o caldo aquecido.

Enquanto o caldo termina de cozinhar, pegue outra panela e prepare o macarrão de yakisoba de acordo com as instruções da embalagem – a menos que as instruções falem pra usar um certo pacotinho de “tempero”…. ignore essa parte. Escorra e reserve.

Com tudo pronto e quentinho, é hora de montar o ramen: coloque na tigela um pouco do macarrão, cubra com o caldo e então arranje bonitinho as tirinhas de carne e metade de um ovo cozido.

Sirva imediatamente.

Se sobrar, guarde todos os componentes em potinhos separados. É importante reaquecer todos os componentes separados, para que o macarrão não fique com uma textura ultra molenga!

Anúncios

Macarrão com Camarões e Espinafre

English version

Macarrão com Camarão e Espinafre

Atrasamos, mas não falhamos! A receita não entrou na sexta-feira por um excelente motivo: estava viajando para a formatura da minha irmã!

Para abrirmos as Tertúlias do Mar, resolvi finalmente fazer uma das inúmeras receitas em vídeo salvas no Facebook – vocês também salvam mil coisas lá e nunca lembram de olhar? Tem algum grupo de apoio, viciados em salvar links anônimos? Tou precisando! 😀

De qualquer maneira, foi bom ter finalmente dado uma olhada nos links salvos. Essa é uma daquelas receitas bem facinhas, que só suja uma panela, sem mistério, mas que impressiona!

Para 2 pessoas, usei:

½ pacote de macarrão – usei espaguete, mas acho que um mais grosso, como o linguine mesmo, ficaria melhor. Ou, se você quiser realmente impressionar, use massa fresca!
8 colheres (sopa) generosas de manteiga
250 g de camarão fresco, sem casca e sem aquela veia nojentinha!
200 g de espinafre, cortado grosseiramente
2 dentes de alho, amassados – não precisa nem dizer que usei mais, né?
¼ de xícara de parmesão ralado
2 colheres (sopa) de salsinha
1 colher (sopa) de orégano
azeite, sal, pimenta-do-reino e páprica

Macarrão com Camarão e Espinafre

Comece cozinhando o macarrão de acordo com o tempo da embalagem. Enquanto ele cozinha, separe os demais ingredientes, porque o processo é vapt-vupt mesmo. Quando estiver al dente, escorra a água e deixe o macarrão no escorredor mesmo.

Na panela que você cozinhou o macarrão, coloque 2 colheres de azeite e umas 2 colheres de manteiga. Deixe aquecer até que a manteiga derreta e coloque os camarões. Tempere com sal, pimenta-do-reino e páprica. Frite os camarões por uns cinco minutos, mexendo para cozinhar por igual. Coloque o alho e deixe fritar por um minutinho.

Macarrão com Camarão e Espinafre

Agora é hora de colocar o espinafre, mexendo sempre até que ele murche. Coloque o macarrão, o resto da manteiga, o orégano, a salsinha e o parmesão, misturando bem até toda a manteiga derreter.

Sirva imediatamente!

[Guest Post] Dip de Alcachofras com Espinafre

[Guest Post] Dip de Espinafre com Alcachofra

[Nota: Esta receita foi feita (e escrita) pelo Rafael e foi originalmente postada na página do Facebook.]

Sabe aquele restaurante com temática americana, o Applebee’s? Pois então, fui visitá-lo quando meus pais estiveram por Campinas e ficamos fascinados numa espécie de gratinado de alcachofra e espinafre que eles serviram como “dip” para acompanhar as tortilhas.

Como o restaurante é meio caro e não existe em Passos, corremos pra internet para aprender a receita. Adaptamos daqui e ficou MARAVILHOSO. Vamos lá!

Tempo de preparo: 1 hora

Ingredientes:
200 g de creme de leite fresco
50 g de manteiga
1 xícara de chá de parmesão ralado
280 g de espinafre picadinho (essa medida é a que está na receita; nós não pesamos)
1 potinho de fundo (ou coração) de alcachofra em conserva escorridos e picados
1 xícara de chá de parmesão ralado (usamos mais, hihi)
1/2 xícara de chá de mussarela ralada (usamos mais =X)
3 dentes de alho amassado
115 g de cream cheese

Modo de Preparo:
Zero complicação. Enquanto seu forno aquece a 220 graus, pegue uma panela e aqueça a manteiga com o creme de leite, misturando bem. Ferveu? Desligue e adicione o parmesão, misturando. Misture esse molho e o restante dos ingredientes na própria panela mesmo e experimente o sal. Normalmente o sal dos queijos já dá conta do recado, mas fica a seu critério. Coloque tudo num refratário e leve ao fogo para gratinar. Sirva com aqueles Doritos sem sabor ou se arrisque a preparar suas próprias tortilhas! Isso fica pra uma próxima receita ;D
Bom apetite!

Sopa de Tomates e Cenoura com Panquequinhas de Espinafre

Sopa de Tomate e Cenoura com Panqueca de Espinafre

O que dez entre dez #vós fazem quando está frio? Se você não respondeu “sopa”, caçaremos sua carteirinha do clube da 3a idade.

E o que você faz quando tem em casa cenoura, tomate e espinafre? A resposta mais que óbvia é sopa de tomate com cenoura e panquecas de espinafre. Claro, como não?

Para tanto, eu e a Anna tiramos a ideia de juntar as duas coisas (panqueca e sopa) do link do ótimo La Cucinetta, mas devemos advertir: foi só a ideia.

Para a sopa, que serviu bem a três pessoas, você vai precisar de (segurem a emoção): tomate (1 quilo) e cenoura (1/2 quilo). No mais,

– 1 cebola, refogada com azeite suficiente
– 1 talo de alho-poró (que tava fazendo aniversário na geladeira)
– 1 tapaué de caldo de legumes
– temperos a gosto (usamos sal, páprica e todas as pimentas da casa).

Refogue bem (bem mesmo, sem murrinhagem) a cebola e vá acrescentando a cenoura aos poucos. Corte a cenoura em pedaços finos pra cozinhar mais rápido #dica. Vá acrescentando o tomate. Depois de tudo bem unido e refogado, junte o caldo, abaixe o fogo e deixe cozinhar por mais ou menos meia hora (lembre-se de começar a fazer a sopa antes da fome apertar).

Não cometa nosso erro. Enquanto a sopa cozinha, vá fazendo as panquecas. Você vai precisar de:
– 1 receita básica de panquecas (1 ovo, 1 xícara de farinha, 1 xícara de leite ou água)
– 2 xícaras de espinafre cortado fininho (do jeito que sua avó corta couve pra refogar)
– novamente, temperos (sal, cominho, pimentas várias, basicamente tudo que você achar necessário)

Misture todos os ingredientes e acerte o sal. Em uma frigideira com um pouco de azeite, despeje uma concha de feijão da massa. Deixe fritar sem mexer até que você comece a ver bolhinhas na parte superior. Veja vários vídeos no YouTube sobre como virar panquecas, ou use uma espátula para virar e deixar fritar mais um pouquinho. Repita o processo até acabar a massa.

Quando a sopa estiver cozida, bata no liquidificador (nós preferimos deixá-la grossinha, mas é ao gosto do freguês). Volte ao fogo, acerte o que precisar de sal e temperos. Seja feliz e volte para dar seu #testemunho.

Sopa de Batata e Espinafre

Sopa de Batata e Espinafre

Também conhecida como “Sopa Orgânica de Batata Vegan com Espinafre Ecológico*”

Inspirada nesta receita da Le Pixel Gourmet

Ingredientes:

6 batatas médias (não lembrei de pesar nada!)
1 alho poró
3 talinhos de aipo
1 dente de alho gorducho ou dois dos magrinhos
1 maço de espinafre

Sal
Pimenta do reino moída na hora
Cominho
Páprica picante
Pimenta caiena

Modo de preparo:

Descasque e cozinhe as batatas. Enquanto elas cozinham, lave as cascas das batatas, as folhas do alho poró e do aipo e os talinhos do espinafre – congele-os para fazer o caldo de legumes! Pique o espinafre.

Quando as batatas estiverem cozidas, bata-as no liquidificador com o alho-poró, o aipo e o alho. Enquanto bate, refogue o espinafre picado em um pouquinho de azeite. Acrescente o creme de batatas ao espinafre, tempere com sal, pimenta do reino, cominho e páprica picante até ficar do seu gosto.

Coloque na tigela de sopa, regue com um fiozinho de azeite, moa umas pimentinhas por cima, tire foto, mande pros amigos no Whatsapp tirando onda e coma!

*A piada é a seguinte: tenho paciência negativa para receitas que fazem questão de dizer que são “vegana”, “sem glúten”, “sem lactose”, “paleo”, quando só pelo título você já sabe que já são. Tipo… “salada de tomate e alface vegan, gluten-free, lactose-free”.