[Guest Post] Fricassê de Frango

[Guest Post] Fricassê de Frango

[Nota: Esta receita foi feita pelo Rafael e foi a primeira receita postada na página do Facebook! Eu me recuso a fazer, porque tem milho, mas quem fez amou! O texto é todo dele!]

Calorias: melhor não saber. No meu caso, limpar o processador depois já compensou.

Tempo de preparo: 1,5 horas

Ingredientes:
• 1 kg de peito de frango
• 1 caixinha de creme de leite
• 1 pote de requeijão cremoso
• ½ lata de milho verde
• Azeitonas picadas
• Queijo muçarela ralado
• Batata palha
• Temperos: alho, azeite, cebola, sal, pimenta do reino, pimenta cumari, noz moscada, páprica picante, etc.

Modo de Preparo:
Comece cozinhando o peito de frango na panela de pressão. Eu simplesmente coloquei o frango na panela, joguei um bloquinho de caldo de frango (não gosto de usar, mas a preguiça falou mais alto), cebola picada, alho laminado e temperos variados. Cobri com água e deixei no fogo por 15 minutos após a panela ter começado a assobiar. Quando abri a panela, achei a cor mega branca do frango meio desanimadora, mas juro que melhora. Desfiei o frango no processador usando o acessório de bater massas, que não tem lâmina. Achei o resultado fantástico, mas só até a hora em que tive de limpar as mil peças da parada. Se tiver paciência e não tiver processador, desfie do jeito que der: faca, garfo, mão, parede, etc.

Separadamente, bata o creme de leite com o requeijão e um pouquinho de água no liquidificador e reserve.
Como sobrou muito caldo na panela do frango, eu resolvi secá-lo um pouco e refogar tudo ali mesmo, pra aproveitar o tempero. Coloquei o frango desfiado, as azeitonas, o milho e porções generosas de azeite. Deixei o negócio adquirir uma cor menos anêmica e, então, despejei o creme de leite com requeijão em cima. Esperei borbulhar, desliguei e despejei numa forma (de preferência de vidro, que limpa mais fácil). Coloquei quantidades industriais de queijo ralado por cima e botei no forno pra gratinar (10-15 min). Eu ralei o queijo no processador mesmo, mas isso gerou sujeira e perda de tempo. Melhor ralar do modo tradicional com aquele ralador de latão enferrujado que eu sei que todo mundo tem.

A receita genérica que eu estava usando como base pedia para botar a batata palha antes de colocar no forno, mas eu achei que ela ia ficar murcha e torrada demais, então coloquei por cima só na hora de servir e deu certo. Servi somente com arroz branco, porque feijão não combina com isso e salada ocuparia um espaço desnecessário no estômago.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: