[Guest Post] Charutos “Larga Mão”

[Guest Post] Charuto

[Nota: Esta receita foi feita pela Tia Dona Mãe do Rafa
e escrita pelo Rafael e foi originalmente postada na página do Facebook. E este foi o primeiro guest post da página, ou seja: este é um guest post INCEPTION – o primeiro de vários!]

Podem falar que é marmelada, que é nepotismo, mas o fato é que não tinha como não postar essa receita da minha mãe!

Tempo de preparo: vixe…

Calorias: amg não tem ninguém contando

Ingredientes:
1 kg de carne moída
2 xíc. de arroz
Bacon a vontade
1 repolho
Temperos: limão, pimenta do reino, alho, cebola e sal.

Dentre as desvantagens de se morar longe de casa, uma das maiores é, sem dúvida, o desejo irrealizável de comer aquele prato especial da sua mãe. Mas a vida é feita de lutas, meus caros. O sonho de ontem é a realidade do amanhã! Sendo assim, imbuído desse espirito saudosista, liguei para a minha progenitora, a fim de que ela me ensinasse a fazer CHARUTOS. Pois bem. Fui atendido e, após alguma insistência, a explicação começou. Eu já podia sentir o cheiro do delicioso quitute árabe sendo preparado. Ledo engano. Eu estava apenas na minha 34ª pergunta sobre como cortar os repolhos quando minha mãe disse: “Olha, você pode fazer assim e assado…ou então, larga mão Rafael. Muito complicado. Faz outra coisa, tá?” Meu mundo caiu. Desconsolado, fui fazer outra coisa, pois pedido de mãe a gente tem de acatar. Contudo, não desisti antes de arrancar a promessa de que faríamos o prato juntos, na minha próxima visita. Bem, finalmente a minha hora chegou e, após muitas risadas, fotos e cervejas com minha mãe, estou aqui para ensinar-vos a preparar charutos.

A primeira coisa é o recheio. Essa parte é bem simples, pois basta misturar a carne, o arroz e os temperos a gosto. A parte mais complicadinha, porém totalmente factível, é cortar as folhas do repolho. Prepare uma panelona com água quente e deixe ela lá no fogo. Comece cortando o talo da folha do repolho na parte de baixo (ver foto 1) e vá destacando as folhas com muito cuidado para que elas não se rasguem. Caso elas estejam se rasgando com muita frequência, mergulhe o repolho inteiro na água quente e deixe um minutinho. Prossiga retirando as folhas. Tenha em mente que uma folha rende 2 charutos médios. Corte a parte mais saliente do talo (ver foto 2) e jogue a folha na água quente por uns 5 minutos, para dar uma amolecida. Cuidado para não deixá-la muito molenga. Em seguida, divida a folha ao meio, removendo o restante do talo (foto 3).

Ufa! Agora é montar o charuto propriamente dito: coloque o recheio por cima da folha (ver foto 4) cobrindo-o com a parte de baixo e dobrando as laterais (ver foto 5). Termine de enrolar com a parte de cima e vire o charuto para que ele fique preso (foto 6).

[Guest Post] Charuto

Repita o processo até acabar o seu recheio ou a sua paciência, o que vier primeiro. Dá para fazer ele menorzinho, mais delicado? Fiquem com a resposta da minha mãe: “Até dá, mas eu não vou ficar aqui enrolando charutos o dia inteiro”.

Agora é só alegria: organize os charutos na panela fazendo camadas de charuto e de tomate com cebola. Jogue um caldo de carne esfarelado na água para dar um gosto a mais. Deixe no fogo até que o arroz esteja cozido (com cuidado, abra um furinho em um dos charutos para verificar). Acabou? Polvilhe queijo por cima se quiser e aí é só servir.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: